Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2013

Nas nossas vidas...

Estou a fazer uma formação de 50 horas sobre Liderança e Motivação de Equipas, que me tem fornecido conceitos novos, formas de estar bem e de fazer os outros estarem igualmente bem, em contexto de trabalho, mas que se enquadra perfeitamente à nossa vida pessoal.

Hoje resolvi ler algo às colegas e à formadora, porque me apeteceu, e porque nesta vida não deveremos calar o que é importante. Então reza assim:

"Eu sou das que acredita que nada nos acontece por acaso, e por consequência vim parar aqui, numa das formações mais dinâmicas e bem conduzidas que tive até hoje, e olhem que já foram muitas.

A Cláudia é uma Mulher espectacular, que nos tem passado conhecimento e vivências, mas que também partilha sorrisos e pedaços de vida.

Todas as colegas, muito embora eu não tenha, por incapacidade natural, fixado cada nome, têm sido uma tão agradável revelação, que estou certa irei sempre reconhecer cada rosto.

Estas 50 horas estão a ser de pura partilha, cumplicidade, gargalhadas sinceras e v…

Arrumar-me!

Fui deixando, de forma errada, para mais tarde, para amanhã, para...nem eu sabia para quando, a decisão de me arrumar sentimentalmente e agora está a ser mais difícil, claro!

Há decisões que se devem tomar, gavetas que terão que se fechar, quando terminar uma relação, ou de contrário arriscamo-nos a sujeitar terceiros a situações menos simpáticas e incomodativas. O tal ditado do "nunca deixes para amanhã...", tem a sua razão de ser.

Vamos ver se encontro energia, jogo de cintura e inteligência para resolver o que já deveria ter sido, para explicar, ou fazer entender, a quem já não me pertence sentimentalmente, que eu tenho direito a mim, e a incluir quem agora se tornou importante e essencial ao meu bem estar emocional.

Vou arrumar-me, não há alternativa agora!

Relações e Músicas!

Cada relação tem a sua música, pelo menos comigo tem sido assim, os sons e letras parecem feitas para o que sentimos e esperamos do outro!

Curiosamente contigo e para ti ainda não encontrei uma que nos defina, será que significa algo?

Vou ouvindo muitas e juntando pedacinhos de ti ao que aprendi a ser, mas terei que forçosamente mudar, porque tu és quem gostaria de encaixar na minha vida, com ou sem música, mas certamente com muitas palavras, todas as que conseguir usar para que saibas o que me vens trazendo, o quanto me deixas mais feliz, mesmo que por vezes quase grite de desespero e de não saber como te tocar, interpretar...

Ainda vou ter a nossa música, ela dirá de nós, e trará pedaços do nosso percurso. Se ainda não existir, eu escrevo uma!

New Days Come...

Every time we feel capable of dreaming so big, and so clearly, as if life was already happening, it will actually do!

Our hability to project ourselves, to see where and when we would like to be, can only help the Universe to fulfill its plan, and that is to make us happy.

I use this slogan as often as possible, "if you can dream it, you can do it", and the truth is that we actually can.

Keep moving forward, don´t give up on you just because of some "tiny" rocks on the pavement. Laugh back to what is tormenting you, and you´ll see the best of everything. I have !

Como é que se sabe?

Fala-se, tecla-se, pede-se, ouve-se, deseja-se, até que...

Pois, até que não há mais nada a fazer do que nos vermos, conhecermo-nos, sabermos se o que sentimos se vai refletir no toque, no olhar, nos beijos.

O frio na barriga, o medo irracional, o desejo de que possamos ter encontrado a outra metade de nós, tudo se mistura e se agiganta sempre que damos o passo, o tal, o que mudará tudo, para sempre. No final pode ser bom, podemos nos reconhecer, o abraço pode ser tranquilizador, o toque, o cheiro, o sabor poderá misturar-se com o nosso, e passaremos de um a dois, do querer ao ter, só pode ser bom, mas assusta, pois claro.

Como é que se sabe afinal, que quem está do outro lado é quem importa? Só correndo atrás, não há outra forma!

Relações versus emoções!

Estava a ler no blog da Paula Novais (Diário de um Batom), a pergunta que todos nós, certamente nos colocaremos, em alguma situação da nossa vida, "o que estará alguém disposto a fazer por nós"? Pergunta fantástica, sobretudo porque quando analisamos os comportamentos, entendemos os sentimentos.

Do que adianta afinal que nos jurem amor eterno, que digam que somos "the one", se depois não são capazes de o mostrar, de se darem, de correrem atrás de nós, de nos pedirem para que fiquemos, apenas porque existirmos é o que faz a vida ser melhor, mais completa?

O desacreditar passa por esta sucessão de comportamentos, pela incapacidade natural que muitas pessoas têm, de não "perseguirem" quem amam. Quando se quer muito, não se desiste, procura-se ajustar, realçam-se as características e amenizam-se as incapacidades. Amar é o que nos mantém vivos, a respirar, a desejar que os sonhos se concretizem, é o que nos dá forças para escalar montanhas, para esperar pelo …

Not knowing!

I will keep on moving forward even not knowing where your love will take me, because I still did not give up sensing you, tasting the mouth I hear the best and the worst words from...

Louder than my voice speaks my heart, so loud it can deafen me, bringing down my strainghth, rising my fears, louder than the world outside is what I expect you´ll eventually say, hoping I don´t have to wait for too long!

Por ti!

Tenho dias assim, em que tudo o que caminhei, em que o meu já longo percurso, me pesa, tanto quanto a falta de ti, a sensação de que era comigo, dentro de mim, no meu corpo e alma que deverias estar. Nunca me recusei, afastei ou desisti de te entender, de te escutar, de te lavar a alma, permitindo que o teu espaço se mantivesse, e que a minha presença fosse procurada.

Jamais alguém te amará tanto quanto eu, jamais terás sorrisos com total ausência de cobrança, porque toda eu fui tua, um dia, durante todos os dias que quiseste.

Jamais alguém te amará como eu, porque deixei de ser para te ter, parei de sonhar, de querer e até de escutar as músicas que sempre me transformaram e fizeram de mim um ser melhor.

Estive sempre do teu lado, beijei-te e toquei-te quando o teu corpo precisou do meu,  agora continuarei, mas cuidando de mim e de que outro me possa também amar tanto quanto preciso e mereço.

Já não me magoas, mas marcaste-me por dentro. Tu foste o que pedi, durante o tempo que pude …

Está lindo está...

Ontem foi até às tantas, conversa e mais conversa, o pior ficou para o despertar!

A fase do conhecer alguém é mesmo interessante, tantas perguntas para fazer, tão pouco tempo para se saber do outro e darmos de nós, a magia da química é extraordinária, e o porquê de acontecer com uns e não com outros é que me transcende.

Vamos ver agora o que sai daqui, se o mundo vai realmente acontecer, ou se pelo contrário, apenas se abriu mais uma porta, a da vida, aquela que me vem dizendo que eu tenho que arrojar, sair da casca, querer muito...

Estou a gostar de ser gostada por ti!

Tough day, strong feelings...

Estava à espera, já sabia que um dia, e esse dia foi hoje, te iria ver com ela. Uau, foi bem mais intenso e sofrido do que jamais poderia ter imaginado.

Toda a nossa vida, juntos, me passou num longo flash, e não consegui conter lágrimas de alguma tristeza, até de mágoa perante o que não fomos capazes de manter, e tanto nos demorou a construir. Hoje eras tu e outra mulher, alguém com quem certamente escreverás uma nova história, com quem apagarás tudo o que nos magoou, nos deixou de mal com o mundo.

Não sei o que sentiste e o que pensaste quando me viste, mas o teu olhar pareceu-me resolvido e permiti-me sorrir de alívio, afinal vamos estar para sempre unidos, o que tivemos deu frutos e permanecerá muito para além de nós.

Acenaste-me e eu devolvi-te um olhar de segurança que não senti, e apeteceu-me abraçar-te e sussurrar-te que te desejo o melhor deste mundo, e que a tua felicidade me fará mais tranquila.

Foi um dia difícil, mas tinha que acontecer, agora só me resta completar o cap…

"Relações Proibidas"

Como prometido, aqui está a minha avaliação deste filme. Imagens fantásticas, praias maravilhosas e casas tal qual sonhamos todos.

Trata-se de duas amigas de infância, unidas como poucas irmãs e que têm 1 filho rapaz cada uma, acabando a envolver-se sexual e emocionalmente, cada uma delas, com o filho da outra.

Perturbador, de tão possível. Aconselho a que vejam, faz-nos pensar nos limites da proximidade e da intimidade.

Deusa do Amor e da Beleza!

O Artur sabia que aquela mulher o iria prender para sempre, nada fora igual desde que a vira. A sua beleza era demasiado perfeita, o seu olhar carregava uma paz, uma certeza, tudo com ela era natural, no sítio certo.

A sua voz entorpecia-lhe os membros, as mãos tiravam-lhe as dores musculares, aliviavam-lhe o peso dos dias desgastantes de advogado litigante. Fazer amor com ela, ohhh my God, não existia, não era real, nenhuma mulher podia ser assim, mas Alicia era-o e Artur quase enlouquecia perante a possibilidade de a perder.

Pela manhã, quando o acordava com beijos molhados e quentes, ele sabia que nada mais importava, que viveria uma vida apenas de momentos, se preciso fosse, desde que ela se mantivesse ali, para ele.

Artur passou a perceber que comunicavam muitas vezes sem palavras, ele pensava e ela respondia, e a forma como Alicia se movia era de tirar o ar, de o afastar da vida lá fora.

- Quem és tu meu amor, de onde vieste? Nem me consigo lembrar de como nos conhecemos.
- Eu …